Fisioterapia neurológica: 5 exercícios para fazer em casa

Tempo de leitura: 3 minutos

A fisioterapia é importante para a recuperação de pacientes com doenças neurológicas. Veja como alguns exercícios de fisioterapia neurológica caseiros podem ajudar no tratamento

O tratamento fisioterapêutico de pacientes neurológicos é uma das maneiras mais eficazes de minimizar o comprometimento das funções motoras e cognitivas, e devolver a autonomia na realização de atividades diárias. 

Exercícios feitos com frequência podem melhorar o quadro de pacientes neurológicos. Incentivá-los a realizar movimentos leves durante o dia é importante para acelerar o processo de recuperação

O que é fisioterapia neurológica

A fisioterapia neurológica é uma área da fisioterapia que trata pacientes que sofreram alterações no sistema nervoso por decorrência de alterações no encéfalo, podendo atingir o cérebro, tronco cerebral, cerebelo e medula. 

O objetivo maior da fisioterapia neurológica é estimular grupos musculares para devolver a mobilidade e melhorar a circulação ativando a musculatura. 

As técnicas de fisioterapia neurológica ajudam no aumento da amplitude dos movimentos e combatem a rigidez muscular, além de visar a prevenção das doenças neurológicas

Confira agora 5 exercícios de fisioterapia neurológica que podem ser realizados em casa para complementar o tratamento com um profissional.

1. Mudança de Postura

Mude de posição de hora em hora. Ficar na mesma posição por muito tempo causa a alteração de circulação em determinadas áreas. Fazer essa mudança diminui o risco de infecções de urina e pulmões, por exemplo. Mude de posição. Fique sentado, de pé, deitado de lado e de barriga para cima.  Principalmente em pacientes acamados, deve-se estimular as mudanças de postura de forma ativa, auxiliando apenas se necessário. Esta é uma das formas mais eficazes de fazer exercícios de fisioterapia neurológica em casa. 

2. Mobilização passiva ou ativa

Em exercícios de mobilização, deve-se realizar o movimento de todas as articulações, mantendo-as estáveis, diminuindo e/ou evitando o risco de rigidez articular que dificulta a recuperação dos movimentos; deve-se dobrar/esticar as articulações principalmente dos membros superiores e inferiores e realizar os exercícios inúmeras vezes ao dia. 

3. Posição sentada 

Exercícios em posição sentada de fisioterapia neurológica são feitos para estimular o controle do tronco, fortalecendo os músculos abdominais e paravertebrais. Preservando o equilíbrio do corpo nesta posição, é importante que alguém fique por perto, evitando queda caso haja desequilíbrio. Faça o exercício várias vezes ao dia. 

4. Posição em pé 

Para recuperar essa posição que, no caso de muitos pacientes é alterada, estimule o equilíbrio e maior percepção do corpo. Encoste o paciente em uma parede com apoio de um andador à sua frente. Faça este exercício de fisioterapia neurológica várias vezes ao dia. 

5.Treino de marcha

No treino de marcha, estimule a caminhada do paciente mesmo que seja com apoio de outra pessoa, bengala, muleta ou andador. Caminhar vai estimular todos os músculos do corpo, além de estimular o equilíbrio, a coordenação e a percepção. 


Com estes 5 exercícios simples de fisioterapia neurológica, os pacientes conseguem manter-se ativos e em dia com o tratamento, já que podem realizá-los em casa com a ajuda de seus cuidadores e familiares, complementando o trabalho do fisioterapeuta e melhorando a qualidade de vida do paciente. 

Quer saber mais sobre os serviços de fisioterapia domiciliar da Central da Saúde? Entre em contato conosco! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *