5 mitos e verdades sobre a Fonoaudiologia

Tempo de leitura: 2 minutos

Por ser uma área ainda considerada recente da saúde, a Fonoaudiologia pode causar estranheza e dúvidas em muitas pessoas. Por isso, no artigo de hoje, vamos desmistificar informações a respeito dessa área, além de trazer verdades pouco conhecidas.

A Fonoaudiologia trata apenas a fala. [MITO]

Ainda existe a percepção de que só é preciso procurar por fonoaudiólogos quando existe um problema na fala. Mas o tratamento fonoaudiológico vai muito além disso, pois a fonoaudiologia atua também nas dificuldades da linguagem escrita, além de auxiliar em problemas na deglutição, mastigação, sucção e respiração.

Pessoas idosas também podem se beneficiar da Fonoaudiologia. [VERDADE]

Não são somente as crianças que podem fazer fonoaudiologia. O fonoaudiólogo é um profissional muito importante para tratar distúrbios de pessoas idosas. Temos um artigo aqui no blog que falamos sobre alguns desses transtornos e como a fonoaudiologia ajuda no tratamento, confira

O Fonoaudiólogo trabalha sempre em clínicas. [MITO]

O fonoaudiólogo pode trabalhar em diversos lugares além de clínicas, como nos centros de saúde, hospitais, maternidades, asilos, creches, escolas, empresas e até mesmo em atendimento domiciliar, como é o caso dos profissionais da Central da Saúde. Saiba mais sobre esse serviço! 

Crianças brincam na consulta de Fonoaudiologia. [VERDADE]

As brincadeiras têm um papel essencial durante as sessões de Fonoaudiologia porque elas sempre têm algum propósito. Elas são usadas para avaliar as condições gerais das crianças, para estimular o desenvolvimento na aquisição de fala, incentivar a criatividade e a expressão de sentimentos e muito mais.

O fonoaudiólogo pode realizar cirurgias. [MITO] 

O profissional da fonoaudiologia não pode fazer cirurgias. Ele é o profissional que presta serviços de reabilitação, prevenção e promoção da saúde. Portanto, o fonoaudiólogo faz intervenções para processos de recuperação do paciente e também evitar que ele possa ter ou voltar a ter os distúrbios tratados pela área.

Se você gostou do conteúdo, leia também 5 motivos para procurar um fonoaudiólogo. Acompanhe também a Central da Saúde no Instagram e fique por dentro do mundo da saúde. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *